Formalize sua empresa! (Como Abrir um MEI?)

A medida que seu empreendimento cresce, ou logo que você pensa em começar a investir nessa jornada, nascem as primeiras dúvidas: Devo formalizá-lo? Vale a pena abrir um MEI? Burocracia? Impostos? CNPJ?

Parece uma loucura, não é? Mas fique calmo, vamos te mostrar como esse processo é simples e o quanto vale a pena para você e sua empresa.

O que devemos ter em mente é que você deve acompanhar o crescimento de sua empresa, sempre dando o suporte necessário para que a ampliação seja contínua, e a formalização faz parte desse processo.

Começando pelo MEI (Microempreendedor Individual), que é a modalidade mais simples de empresa que o governo oferece atualmente, permitindo que pequenos comerciantes ou prestadores de serviços tenham seu CNPJ (Que é o número que identifica sua empresa, como uma espécie de CPF), formalizando assim seu negócio e obtendo diversas condições especiais, que com certeza te farão, além de alcançar um público maior, render estabilidade.

Como benefícios, você poderá emitir notas fiscais (Que já vamos explicar para que serve, afinal essas famosas notas). Com CNPJ ativo, você terá a oportunidade de realizar compras diretamente com determinados fornecedores, que exigem esse documento para aplicarem descontos na venda por atacado e não ser taxado pela Receita Federal. Suas oportunidades de conseguir serviços financeiros vão dobrar, como empréstimos, máquinas de cartão e crédito em bancos. Ao contrário de que muitos pensam, na modalidade MEI você não tem obrigações com escrituração fiscal e contábil, apenas uma declaração anual para comprovar sua renda (Que também é supeeer simples e vamos te ensinar aqui como fazer), ou seja, ZERO burocracia. 

Um ótimo incentivo para fazer o MEI para sua empresa é a cobertura da Previdência Social, contribuindo você ganha estabilidade, podendo em algum momento se aposentar por idade ou invalidez, e receber auxílio-doença, salário-maternidade, pensão por morte e auxílio-reclusão.

Fazendo o cadastro, você também ganha sua Inscrição Estadual, Inscrição Municipal (Essencial para emissão de Nota Fiscal) e CCM (Cadastro de Contribuinte Municipal).

No caso da Inscrição Estadual, que é gerada automaticamente, você pode conferir no site da Sintegra. Porém em alguns estados, essa inscrição é dispensada, então é bom que você se certifique, acessando o site do SEFAZ (Secretaria de Estado da Fazenda). O mesmo funciona com o CCM, que deve ser verificado na prefeitura da sua cidade.

Todas essas vantagens custam em torno de R$50,00 mensais, que é o valor do imposto mensal para o microempreendedor.

E para que você possa realizar esse cadastro, os requisitos são:

-Não ter outra empresa em seu nome

-Ter um faturamento anual de até R$81 mil reais

-Não ter sócios ou mais de dois funcionários.

É importante lembrar que alguns profissionais liberais como médicos ou advogados, não são liberados para ser MEI.

NOTA FISCAL

A Nota Fiscal é um recibo obrigatório após qualquer transação de venda de produtos ou serviços. Além de documentar as transações, ela serve também para o recolhimento de impostos. Ao optar por não formalizar sua empresa, consequentemente você não poderá emitir notas, atitude considerada como sonegação fiscal. Entenda que o consumidor sempre pode exigir sua nota fiscal em transações comerciais, você deve estar preparado para isso.

Então, se interessou em formalizar a sua empresa? Vem que vamos te ensinar a fazer esse cadastro. Você vai conseguir fazer por celular ou computador, mas deve ter em mãos os seguintes documentos:

-RG – número e órgão emissor

-CPF

-Título de eleitor

-Número do recibo de imposto de renda (se você declarou IR nos últimos 2 anos)

-Endereço completo

-E-mail, telefone fixo e celular.

Para fazer o cadastramento basta acessar o site https://www.gov.br/empresas-e-negocios/pt-br

Já a declaração anual de renda deve ser feita no ano seguinte ao cadastro, ela serve para comprovar um dos pré-requisitos para ser MEI, que seu rendimento anual não passou de R$81 mil reais. Temos aqui um vídeo para que você possa aprender a enviar a declaração através do próprio site Portal do Empreendedor ou do aplicativo).
https://www.youtube.com/watch?v=qWAJ_Rfpb_c

Ficou com alguma dúvida? Tem alguma sugestão? Conta pra gente aqui nos comentários, estamos sempre dispostos a ajudar vocês nessa jornada empreendedora. E continue acompanhando que ainda teremos muitos conteúdos e no final na semana sua loja estará praticamente pronta!

Está começando a revender maquiagem? Acesse nosso conteúdo exclusivo clicando aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *